ABO-PA

Conheça a ABO-PA

A Associação Brasileira de Odontologia (ABO-PA) é uma instituição científica que integra a ABO Nacional, que juntamente com todas as Seções Estaduais e Regionais, forma a maior rede de divulgação científica em Odontologia do Brasil.

Sua missão é promover a Odontologia no Estado do Pará, nacional e internacionalmente, valorizar o profissional no contexto técnico-científico e sócio-cultural e contribuir com as políticas de promoção de saúde bucal da população.

Seus principais objetivos são: contribuir para a união e elevação profissional, social e cultural da classe odontológica; manter intercâmbio científico, cultural e de solidariedade com entidades coirmãs; e apoiar e promover todas as iniciativas que visem ao estabelecimento de programas de assistência odontológica à comunidade ou colaborar com ela. A ABO-PA conta com cerca de 1500 sócios, entre profissionais e acadêmicos em Odontologia, que têm o direito de participar gratuitamente de cursos e atividades científicas organizadas pelo Departamento Científicos da instituição.

A entidade também realiza um grande evento científico por ano, ou seja, Jornada, Congresso e Odontoestética, com a finalidade de proporcionar a atualização de conhecimentos aos cirurgiões-dentistas e acadêmicos de Odontologia.

A grande rede, da qual a ABO-PA participa, é composta por 27 Seções situadas em todos os Estados brasileiros e Distrito Federal e 294 Regionais, com 85 Escolas de Educação Continuada e 1.500 consultórios odontológicos instalados e toda infraestrutura para Cursos de Especialização, Aperfeiçoamento e Atualização.

 

História

A instituição foi fundada, em 24 de Março de 1941 com o nome de Associação Odontológica do Pará (AOP), filiada à União Odontológica Brasileira (UOB).

A AOP teve duas sedes provisórias, a primeira na Praça Batista Campos nº 17, provavelmente no mesmo local onde funcionava a Faculdade de Odontologia do Pará, e a segunda na Rua Gama Abreu nº 32/34.

De 1948 a 1966, a AOP foi presidida pelos cirurgiões-dentistas Luís Coelho de Souza, João Francisco Pereira de Araújo, Benedito Nogueira de Holanda Lima e Francisco Gemaque Álvaro. Em 1967, a AOP tornou-se Associação Brasileira de Odontologia-Seção Pará, conhecida como ABO-PA, filiada à ABO Nacional.

A primeira sede própria funcionou na sala 411, no Edifício Antônio Velho, na Rua Santo Antônio, que ficou pequena para as atividades que começavam a ser desenvolvidas. Assim, sem desfazer do patrimônio, a então Diretoria da ABO-PA alugou a casa 1533 na Rua Mundurucus, onde a instituição funcionou até 1994.

Desde novembro de 1994, a ABO-PA está instalada em sede própria na Avenida Marquês de Herval nº 2298, onde não para de crescer.

De 1967 a 2011, a ABO-PA teve dez presidentes e respectivas Diretorias, que contribuíram decisivamente para o crescimento científico e patrimonial da instituição, sendo que muitas pessoas exerceram vários cargos e estiveram presentes em vários mandatos, inclusive como presidente podendo contribuir mais um pouco com projetos importantes, como a construção do auditório de 500 lugares, um sonho antigo inaugurado em outubro de 2010.

Exerceram o cargo de presidente os cirurgiões-dentistas Fernão Faria Flexa Ribeiro (1969 a 1971), Rogério Campos Corrêa (1971 a 1975), Victor Hugo Corrêa (1977 a 1981), Izamir Carnevali de Araújo (1981 a 1983), Antônio José Silva Nogueira (1983 a 1985), Paulo Bisi dos Santos (1985 a 1987 e 1989 a 1991), Antônio Inácio de Athayde (1987 a 1989), Edyr de Brito Alves (1991 a 1992), João Carlos de Souza Flexa Ribeiro (1992 a 1994, 1994 a 1996 e 1996 a 1998), Arnaldo Mário Frias Zúniga (1998 a 2000, 2000 a 2002, 2002 a 2004, 2004 a 2006 e 2006 a 2008); e Lucila Janeth Esteves Pereira que exerceu a presidência de 2008 a 2010 e em 2011 iniciou o seu segundo mandato consecutivo, que será encerrado em 2014, pois desta vez é de três anos, conforme o novo Estatuto da ABO-PA.

Infelizmente, não se tem a história completa de tão importante instituição para a classe odontológica paraense, mas o pouco registro já é o suficiente para que seja uma das mais respeitadas instituições da atualidade.